Sexta-feira, 2 de Setembro de 2011

Guernica / Quadro de Pablo Picasso

  

      

 

 

Guernica é um painel pintado por Pablo Picasso em 1937.

 

Tela pintada a óleo representativa do bombardeio sofrido pela cidade espanhola de Guernica

em 26 de Abril de 1937 por aviões alemães  (Luftwaffe já sobre o controle de Hitler) apoiando

o ditador Francisco Franco.

Atualmente está no Centro Nacional de Arte Rainha Sofia, em Madrid.

 

Em estilo cubista, Picasso retrata pessoas, animais e edificios nascidos pelo intenso bombardeio.

Sua composição retrata as figuras ao estilo dos frisos dos templos gregos.

É um símbolo doloroso, a trágica obra do pintor cubista onde apresenta o terror que pode ser produzido

pelas guerras.

 

Em Guernica o pintor reproduz a dissolução da existência que se resume a fragmentos, a transformação

dos seres retratados, de certas formas irreais, mas que ao mesmo tempo transmitem o absurdo da

realidade e clama pela construção de um mundo renovado, tecido pela presença constante da paz e da tolerância.

 

 

Esta obra será sempre o símbolo da destruição que o homem pode perpetrar, em qualquer instante,

buscando respostas e símbolos que nunca encontrou.

 

Em Janeiro de 1973, e com o titulo The Great Guernica, o professor Jeffrey Hart do Dart mouth College

publicou no National Review um estudo onde sustenta a tese de que o bombardeio de Guernica

nunca existiu!

 

Também já se afirmou que o Holocausto da 2ª. Guerra Mundial, onde Seis milhões de Judeus e outras

raças, consideradas inferiores e que matou um total de 53 milhões de pessoas, não existiu!

 

O Futuro distante, poderá afirmar o mesmo...e muitos vão acreditar!

 

Análise baseada nalguns dados da Wikipedia e análise pessoal de Maria luísa Adães.

 

O mundo caminha na mentira e nessa base, tudo pode acontecer!

 

Maria luísa Adães

 

 

 

 

 

http://maria-selinhos-presentesdosamigos.blogspot.com

 

 

 

Oferta ao http://os7degraus.blogspot.com

4 Setembro de 2011

 

 

Http://rosasolidão.blogspot.com

 

Oferta ao http://os7degraus.blogspot.com

 

Setembro de 2011

publicado por M.Luísa Adães às 15:08
link do post | comentar | favorito
60 comentários:
De poetazarolho a 3 de Setembro de 2011 às 20:34
“Guernica eu”

Mentira é mãe deste mundo
Holocausto nunca aconteceu
E numa análise bem a fundo
Guernica não foi ela, fui eu

Guerra nas minhas entranhas
Foi de Picasso uma invenção
Por isso tu já nem estranhas
Quanto te esventram, pois não?

Esvais-te em sangue e suor
Lágrimas, fonte há muito secou
Fica provado, mentira venceu

Não vires a cara, olha em redor
Tarde procuras quem te esventrou
O que não podia, aconteceu.
De M.Luísa Adães a 4 de Setembro de 2011 às 11:04
Poeta

Esse poema "Guernica eu"
tem uma grande verdade
que já começou a ser dita
na ânsia desmedida
de esconder o Passado.

E já se começou a dizer
há anos começou
que Guernica não existiu
e o Holocausto não existiu

E a mentira venceu...
ou um dia vai vencer.

Para essa mentira caminhamos
para essa mentira escrevemos.

Mª. luísa

Comentar post


Familia Maldonado /Brasão

24. Setembro .2001