Sábado, 9 de Outubro de 2010

Liu Xiaobo /Prémio Nobel da Paz / Setembro de 2010

 

 

  

 

O Prémio Nobel da Paz de 2010 foi dado a Liu Xiaobo

 

pela sua longa luta - não violenta -

 

pelos direitos fundamentais da China.

 

 

Essa actividade dos direitos humanos na China lhe deu

 

 onze anos de prisão e dois dias de privação de

 

direitos civis.

 

A mulher do galardoado exige às autoridades chinesas a sua

libertação imediata.

 

 

O Governo Chinês diz que a atribuição do prémio a um criminoso

é uma violação de princípios contrária ao Nobel.

 

 

 

O Nobel Norueguês refere que há muito acredita existir uma ligação estreita,

entre os Direitos Humanos e a Paz.

 

 

Breve análise de um assunto, profundamente, humano.

 

Maria Luísa

 

 

 

 

 

Liu Xiaobo dedica Prémio às vitimas do massacre de Tiananmen.

 

Nobel da Paz incomoda Pequim!

 

Vêr vídeo, do drama revivido do Nobel da PAZ,  Prof. Xiaobo e família no:

 

http://anjodaesquina.blogs.sapo.pt

 

o considero uma bela Homenagem - Maria Luísa

publicado por M.Luísa Adães às 22:51
link do post | comentar | favorito
36 comentários:
De M.Luísa Adães a 12 de Outubro de 2010 às 13:48
Não sabia, mas sempre ouvi dizer que as traduções de versos, para língua estrangeira,
têm de partir de pessoas muito cultas nas duas línguas.

Fernado Pessoa que escrevia Inglês como escrevia Português (sabes porquê) traduziu para o Inglês "As Canções de António Boto".

Eu estava admirada com a facilidade do
translate, principalmente em Poesia.

me alertaste, concordo contigo e desisto dessa idéia. Eu entendo bem o espanhol, mas Sor.
Cecilia, queria-me entender como se eu fosse espanhola.
Quando lhe escrever aponto essa dificuldade.

Tenho uma coisa a pedir-te, mas vai por email
Mª. Luísa
De Maria João Brito de Sousa a 12 de Outubro de 2010 às 14:46
Talvez se te informares junto de alguém que conheça bem a internet... sabes que eu sou mesmo muito amadora nestas coisas. Até ao momento, o que vi deixou-me de boca aberta, pela negativa, mas podem existir muito boas traduções que eu desconheça. Dediquei um dos meus sonetos àquela senhora de que te falei e nem me passou pela cabeça traduzi-lo pois tenho a certeza de que ficaria muitíssimo empobrecido. Prefiro que ela tente fazer um esforço com o seu português do dia a dia a tentar uma tradução. Só traduzo prosa e, mesmo assim, estou sempre com algum receio de desviar-me da intenção do autor... também só traduzi, online, uma ou duas citações... mas aconselho-te, mesmo, a não recorreres às traduções comuns que estão disponíveis. São uma catástrofe!
Abraço!
De M.Luísa Adães a 12 de Outubro de 2010 às 15:32
Agradeço amiga e eu concordo contigo!

A tradução de um bom poema pode ser uma negativa.
Eu entendo Sor. Cecilia e a monja de clausura
me há-de entender. Deus ajuda!

Beijos e obrigada,

Mª. Luísa

Comentar post


Familia Maldonado /Brasão

24. Setembro .2001