Domingo, 20 de Novembro de 2011

Incerteza

 

Simbolizas o Mundo

  E a salvação desse mundo

  Ou és apenas um sonho?

 

No caminho incerto

  Sei que aceitas as dúvidas

  E dás as certezas...

 

Mas eu procuro a Paz

Num mundo em convulsão!...

 

Maria Luísa Adães

 

 

Albino Santos

publicado por M.Luísa Adães às 12:10
link do post | favorito
|
De poetazarolho a 23 de Novembro de 2011 às 23:34
“Greve”

Minha greve está guardada
Para uma histórica ocasião
Quando desatarem à porrada
Eu entro de manifesto na mão

Depois de tod’a gente aviada
Apelando à desmobilização
De toda esta enorme cegada
Onde não acaba a corrupção

E se nomeia outra comissão
Mas a conclusão deu em nada
E a corrupção saiu reforçada

Sugando os fundos à nação
Que assim se vê defraudada
Esta nação anda enfeitiçada.
De poetaporkedeusker a 24 de Novembro de 2011 às 00:59
Talvez tudo acabe assim
Mas enquanto o não sentir,
No que dependa de mim,
Faço impossíveis pr`a ir!

Sei bem que a minha presença
É só uma, não vale nada,
Nem fará grande diferença...
Mas não ficarei parada!

Desligar o manifesto
Da nossa greve geral,
Será sempre um gesto errado

E, dentro deste contexto,
Só poderá trazer mal
A este povo cansado!

Sei muito pouco sobre o que aqui digo mas aí vai, Poeta!
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


relojes web gratis

Familia Maldonado /Brasão

24. Setembro .2001