Sábado, 23 de Julho de 2011

Massacre na Noruega

 

 

 

 

 

O Rei da Noruega Harald classificou neste sábado de "tragédia imensurável" o massacre  perpetrado

nesta sexta-feira na Ilha Utoya, próximo de Oslo, onde pelo menos  morreram 91 pessoas. 

 

Sete pelo atentado a bomba em um prédio do governo em Oslo

 

e 84 pelo tiroteio em um acampamento de verão. 

 

 

Ao contrário do que chegou a ser divulgado, o principal suspeito pelo massacre no país europeu é um norueguês que não tem ligações com  

grupos radicais islâmicos.

 

Anders Behring Breivik é cristão de ultradireita. 

 

Há um possível cúmplice do suspeito...

 

O massacre é a pior violência no país desde a Segunda Guerra Mundial.

 

 

Expresso meu repúdio pelo atentado!

 

Não há desculpa!

 

Nada justifica o tirar da vida Humana! Aqui fica a minha voz!...

 

 

Última Notícia, 13h15m / 24 Julho 011:  93 mortos, 96 feridos (um dos quais morreu hoje)

4 ou 5 desaparecidos. O assassino diz que atuou sózinho!

 

Maria Luísa

 

 

 

http://rosasolidao.blogspot.com

 

oferta ao http://os7degraus.blogspot.com

 

Nos beijos amordaçados...sangrei as minhas feridas

 

Crucifiquei os meus braços...num traço de amargura

 

Na treva deixei os meus sonhos...em soluços magoados

 

Na noite enterrei a chama...fiz-me sombra de negrura...

 

  Rosa Solidâo.

 

Com ternura, Maria Luísa                                                                    

http://selinhoseafetos.blogspot.com

 

Oferta de Paraguassu ao blogs

 

http://os7degraus.blogspot.com

 

Com amizade

 

Maria Luísa

                                                                                                                  

www.alemdosfragmentos24x7.blogspot.com.br

 

Oferta ao :  http://os7degraus.blogspot.com

 

a 26 de Julho de 2011

publicado por M.Luísa Adães às 14:13
link do post | comentar | favorito
|
46 comentários:
De Rosamari a 23 de Julho de 2011 às 17:34
TERRIBLE, NUESTRAS CONDOLENCIAS CON ESTE HERMOSO PAIS Y SUS GENTES,
UN ABRAZO
De M.Luísa Adães a 23 de Julho de 2011 às 20:10
Rosamari

Me lembro de ti, mas tenho tido problemas na voz e não devo estar muito tempo no pc.

Deixei de poder dizer poesia, minha voz se foi
e isso, me tem deixado triste.

Se estivesses mais perto, no mundo real, tudo seria mais fácil para mim.

O mundo enlouqueceu! A Noruega, país rico, onde não há desemprego, nem dividas, se
encontra a braços com um massacre, tenebroso, feito por um ou mais psicopatas.

O mundo e os valores morais e de amor
se estão a afundar. A notícia não está completa, pois ainda não se sabe quem mais está por detrás.
"O Mensageiro da Humanidade" pela Unesco,
foi assassinado!
Na sexta-feira se dá este massacre que arrepia
para onde vamos caminhamos?

"É importante nos mantermos unidos na
amizade"...

Como sempre, senti necessidade de escrever
este terrível acontecimento. Sei que nada posso fazer, mas posso dizer a quem passa...

eu estou contra este mundo em que tanto se escreve de amor e a realidade é outra e o
amor é fantasia de alguns poetas.

Condolências a este Pais...estas são as tuas palavras e podem ser as minhas!

Condolências pelos que morreram, pelos que ficaram, num mundo em convulsão.

Obrigada amiga e desculpa minha ausência.

Um beijo,

Maria Luísa
De Rosamari a 25 de Julho de 2011 às 16:58
cuídate la garganta,
y si, ciertamente, o el mundo está loco o no actúa con cordura que es lo mismo,
somos demasiado defectuosos, como para mejorar,
tú cuídate y no entristezcas,
un fuerte abrazo para ti
De M.Luísa Adães a 26 de Julho de 2011 às 08:31
rosamari

Tanto me tenho lembrado de ti! Mas não estou
melhor! Agradeço o teu cuidado e amizade.
Coloquei um novo poema nos "7degraus" e
nas entrelinhas fala do que sinto.

E os nossos gatitos? Lindos? Beijos para ti e para eles.

Maria luísa
De jabeiteslp a 23 de Julho de 2011 às 17:53

a sociedade
no seu pecado existencial...

belo fim de semana Luisa
De M.Luísa Adães a 23 de Julho de 2011 às 19:52
Certo o que dizes!

Horrendo o massacre!

Mª. Luísa
De poetazarolho a 23 de Julho de 2011 às 20:58
“Olhar derradeiro”

Tu que tens os deuses dentro
Sabes que viver vale a pena
Que o entusiasmo é epicentro
Da mudança que nasce serena

Rejeitas a mesquinhez actual
Das verdades feitas a pedido
Que querem mostrar só o mal
Te prendem à vida sem sentido

Olhas este circo em teu redor
Cada dia uma pirueta diferente
Oferecida pelos malabaristas

É necessário outro circo melhor
Que este está velho e decadente
Constrói o novo, nunca desistas.


Inspirado em,
http://www.youtube.com/watch?v=mdY64TdriJk
De M.Luísa Adães a 24 de Julho de 2011 às 11:42
Poeta

Poema cheio de dinamismo!

Mas...
Não esquecer que o mal predomina,
Deixei atrás um acontecimento
pelo qual não poude passar
e esquecer.
E por essa razão , escrevi...

Não quero voltar a cara
e fingir que não vi!...

Mudemos sim
Todos nós
Sem esquecer os outros...

Um abraço,

Maria luísa
De Rosinda a 23 de Julho de 2011 às 21:03
Muito triste isto que aconteceu na Noruega.
A violência não resolve nenhum problema e acabam por morrer pessoas inocentes.
O mundo anda obscuro e triste e as palavras perderam o sentido, porque os ouvidos estão moucos.
Um beijinho
Rosinda
De M.Luísa Adães a 24 de Julho de 2011 às 11:51
Rosinda

Se o individuo é norueguês (dizem que sim)
onde não há desemprego, nem dívidas, o País mais rico da Europa, ele matou para se divertir...não tinha nada que fazer e gosta de
matar!

E as palavras perderam o sentido...tal como diz...o mundo está louco!

Grata, muito, por receber sua análise, neste
blogs visitado por amigos e com muitos visitantes.
Não tem seguidores e vive dos que passam e
dos mais íntimos que ficam...

Um abraço e obrigada,

Mª. Luísa
De poetaporkedeusker a 23 de Julho de 2011 às 23:57
Este massacre é realmente tremendo... todos o são! Há lá forma de aceitar este tipo de catástrofes!?
Obrigada, Maria Luísa e desculpa-me este atraso na resposta ao teu comentário.
De M.Luísa Adães a 24 de Julho de 2011 às 12:01

É realmente tremendo e apocalitico...sem
desculpas!

E tanto se fala de amor...mas como tu um dia disseste...não se fala de amor Universal.

Ao ouvir a notícia escrevi
Não podia fingir que não vi

E ao ler o Face, sinto que todos , ou quase todos, se esqueceram dos outros e dos acontecimentos reais do mundo...
Não aceito!

Obrigada por escreveres,

Abraço grande,

Mª. Luísa
De poetaporkedeusker a 24 de Julho de 2011 às 15:36
Fala-se ainda pouco do amor universal... quando eu era uma rapariguinha, percebia que era arriscado falar nele, mas sempre fui teimosa e, devagarinho, devagarinho, lá ia fazendo passar a mensagem conforme podia. Mas não era fácil. Só agora as pessoas começam a aperceber-se um pouco melhor e a começar a aceitar... mas teremos de lidar com o desamor universal de muitos...
Aqui penso que consigo deixar o comment porque a conta que está aberta é a do sapo. Vou tentar. Bjo!
De M.Luísa Adães a 24 de Julho de 2011 às 22:11
Estou espantada por te encontrar. Hoje é
domingo!

Temos de ter em conta como dizes
" o desamor universal"

Sabes que este blogs ,hoje recebeu 115 visitantes.

Visitantes tem muitos! Amigos tem alguns.
Ele blogs, nâo se aderiu a ninguém.
Até amanhã.

Um abraço,

Mª. Luísa
De poetaporkedeusker a 25 de Julho de 2011 às 01:07
Shhhh... estou numa ligação emprestada mas que não tem qualquer tipo de qualidade.
Sabes, eu não entendo muito bem as conecções dos blogs... sei que já aceitei muitos pedidos de amizade e já devo ter feito alguns... mas depois esqueço-me, tal como me esqueço dos poemas que fiz. Se voltarem ao meu blog, acabo por me lembrar, tal como reconheço qualquer poema feito por mim, depois de o reler... mas perco-os até nos ficheiros do meu computador!
Já nem sei se estou a escrever com algum sentido, amiga... estou praticamente a dormir enquanto escrevo... até amanhã e um abraço!
De M.Luísa Adães a 25 de Julho de 2011 às 11:01
Percebi!


Um abraço e talvez até logo, ou amanhã!


Mª. Luísa
De poetaporkedeusker a 25 de Julho de 2011 às 16:37
É um verdadeiro jogo de paciência, comentar nestas condições... mas vai ter de ser porque eu nem pude ir ao CJ, por causa da falta de ar do Kico. Penso que vou ter de reiniciar a administração de cortisona... não queria, mas ele não pode estar assim por muito tempo.
Abraço grande!
De M.Luísa Adães a 26 de Julho de 2011 às 08:25
Que Deus vos ajude!

Mª. Luísa
De poetaporkedeusker a 26 de Julho de 2011 às 14:22
Obrigada, Maria Luísa.
O Kico continua um bocadinho atrapalhado mas eu já consegui dormir umas horitas, esta noite. Agora é o Siegmund que está a vomitar e o Beethoven que está a começar a mostrar os muitos anos que tem. Todos estão muito além da sua esperança média de vida, nesta casa. Vou passar uns tempos menos fáceis, é inevitável... mas custa. Custa mais do que aquilo que a racionalização pode mitigar... sobretudo nesta fase em que todos têm todo o tipo de mazelas próprias da muita idade.
Até já. Não pude ir ao CJ e continuo a publicar em condições precárias... mas terá de ser assim, por enquanto.
De M.Luísa Adães a 26 de Julho de 2011 às 14:41
Todos de idade avançada. Vai ser complexo e triste. O mundo também está triste.
E só não está triste, quem não tem consciência.

Aconteceu na Noruega, depois da 2ª. Guerra Mundial, é a vez primeira que um massacre acontece por um psicopata da ultradireita.

Dinheiro a mais
sentimentos a menos!

Não há perdão!

E em consciência temos de saber que situações destas podem acontecer, não só em países ricos
como em países pobres.

Eles copiam-se e todos e independente de tudo,
querem ser "notícia"...

Eu também estou doente e ando à deriva...

Um abraço e desculpa a ausência nos blogs
(só me apetece escrever, tenho tanta coisa a dizer...)
Vou tentar levar Bertold Brecht aqui...

E tenho um poema no google que se não for
comentado, fica por lá, para sempre!

Farta de ter um trabalho, em que não sou entendida! Não sou vulgar dentro do modernismo, futurismo, sei que não sou!...

Um abraço amigo e obrigada,

Maria Luísa
De poetaporkedeusker a 26 de Julho de 2011 às 14:50
Não ser vulgar sempre foi muito bom sinal, no que toca a arte, Maria Luísa! Eu já comentei o teu poema das rosas... não é esse? Espera que eu já vou até lá. Ontem consegui actualizar o Pekenasutopias e, hoje, vou tentar publicar um soneto que acabei de fazer num guardanapo de papel e publiquei no Poetaporkedeusker... mas não é fácil, daqui. Tudo se desmorona quando eu vou a meio do trabalho e é preciso ter muita paciência... além do mais, o computador está tão quente que quase queima! Às vezes temo que ele se incendeie... mas penso que não. Deve estar cansado de trabalhar, coitado :)
Sabes o que é um "falso crupe"? Uma dificuldade respiratória que é comum nas crianças muito pequeninas e que provoca um ruído assustador? É assim que o Kico está... é aflitivo sempre que surge uma crise e eu fico sem saber se é desta que ele se vai... ninguém consegue pregar olho com um barulho destes e eu não sou excepção... mas hoje não está tão mal quanto ontem... até já!
De M.Luísa Adães a 26 de Julho de 2011 às 15:49
Atenção

Passei para Bertold Brecht

e o liguei através de um poema dele, ao Massacre da Noruega.

Se possível passa por lá só para analisares a ideia.

No Google tenho um poema novo e é esse que eu digo - se continua no marrasmo - fica para sempre.

Tenho um problema nos musculos das cordas vocais. Não sei que vai acontecer!...

Mª. Luísa
De poetaporkedeusker a 26 de Julho de 2011 às 15:55
Vai nascer, claro!
Vou já ao 7degraus! :)
De M.Luísa Adães a 27 de Julho de 2011 às 08:13
Que vamos fazer?

Se não queremos saber dos outros

Ninguém quere saber de nós...

Mª. Luísa
De poetaporkedeusker a 27 de Julho de 2011 às 14:24
Já vi o teu poema, já o comentei e... então? Ninguém quer saber de nós?! Mas porque dizes isso? Tu tens tantos comentários!
Este é um espaço de escrita, tal como os meus blogs são... é pelo que escrevo que quero ser lida, não por mim mesma, entendes? Eu sempre vi os blogs como espaços abertos à literatura e à poesia. Agora sei que não é exactamente assim que funcionam mas, para mim, continuam a ser livros virtuais e o teu é muito querido e muito comentado!
Abraço grande e ânimo! Como vais de saúde?
De M.Luísa Adães a 27 de Julho de 2011 às 14:34
Mª. João

Mas eu peço para ires a Bertold Brecht e veres a ligação entre o poema dele e o massacre da Noruega e aquilo que escrevo...

Preciso dizer de novo? Vai, por favor!

Isto é literatura e inteligência, mesmo a terminar, ou num próximo fim...

Te espero!

Mª. Luísa
De poetaporkedeusker a 27 de Julho de 2011 às 15:52
Espera que a minha inteligência deve estar em curo-circuito... e aonde encontro eu aquilo que tu queres que eu veja, da autoria de Brecht? Desculpa mas não estou a chegar lá... percebo que queres que eu encontre uma analogia entre duas coisas, mas falta-me a primeira...
De M.Luísa Adães a 27 de Julho de 2011 às 17:28
Me fizeste rir.
Está por cima deste e se chama

"Bertold Brecht"

Aqui mesmo,
por cima deste,
Okey?

Abraço,

Mª. Luísa
De poetaporkedeusker a 28 de Julho de 2011 às 00:10
É o que eu te disse... a minha pobre inteligência "pifou" com estas noites mal dormidas, por causa do Kico. Desculpa. Deveria ter-me ocorrido e não me ocorreu!
Vou já ver!
De M.Luísa Adães a 28 de Julho de 2011 às 08:38
Mª. João

Noites mal dormidas fazem mal a qualquer um...mas encontraste e na realidade, era tão fácil de encontrar...Acontece!

Mª. Luísa
De poetaporkedeusker a 28 de Julho de 2011 às 11:42
O Kico acrescentou um sintoma aos que já tinha; agora deixou de comer. Pelo menos, hoje de manhã, não comeu. Eu estou um pouco melhor mas, quando telefonei a perguntar se poderia ir almoçar, avisaram-me que a lotação estva completa, por isso ainda não vou... talvez amanhã, se a minha barriga o permitir.
Espero bem que o Kico volte a querer alimentar-se... era uma das únicas coisas que funcionavam bem nele e um óptimo indicador de vitalidade...
Abraço grande.
De M.Luísa Adães a 28 de Julho de 2011 às 12:37
Isso no Kico é um mau sintoma! Vamos aguardar!...

E hoje não tens almoço porque a lotação esgotou?

Mas tu já tens direitos adquiridos e há sempre um pequeno recanto para alguém. Falta de
sensibilidade!

Um abraço,

Mª. luísa
De poetaporkedeusker a 28 de Julho de 2011 às 17:02
Não... hoje era dia de comemoração dos aniversariantes de Julho e é natural. Amanhã vou. Mas olha que o Kico continua sem comer... estou mesmo preocupada porque nunca aconteceu! Eu costumava dizer que ele comia como um lobo... pelo sim, pelo não, dei-lhe uma cápsula de UL 250 que teinha cá, da minha medicação. .. esperemos que ele melhore...
Até já!
De M.Luísa Adães a 28 de Julho de 2011 às 18:08
Se ele deixa de comer arrumou! Mas com esse medicamento tudo pode passar. Ele é um cão
bastante simpático, não gostava que morresse
e não vai morrer! Não quero!


Mª. Luísa
De poetaporkedeusker a 28 de Julho de 2011 às 20:24
sabes, amiga, eu bem tinha razões para suspeitar de um problema intestinal... as fezes de há pouco estavam cheias de sangue. Já dei mais UL 250 e um pouco de sucralfato para lhe "forrar" o estômago. está, neste momento, a dormir e a gemer um pouco. A ver vamos...
De M.Luísa Adães a 29 de Julho de 2011 às 18:04
Talvez esteja a melhorar, mas
tem paciência, ele devia ir ao médico.
Amanhã é sabado e muitos vão de férias...

Ele não pode sofrer mais! Precisa de médico!

M. Luísa
De poetaporkedeusker a 29 de Julho de 2011 às 19:34
Ele precisa de estar sossegadinho até chegar a hora dele. Ninguém gosta mais dele do que eu, mas sei que o médico não iria adiantar em relação ao que já estou a fazer... e para os problemas do falso crupe precisaria de exames de diagnóstico caríssimos que eu nunca poderia nem pensar em pagar... além do mais, já estou a utilizar a medicação possível nestes casos. Tanto ele como o Beethoven estão velhíssimos... podemos atenuar-lhes o sofrimento mas não podemos eternizá-los... quem me dera poder! Mas nem eu nem o vet podemos mudar-lhes a data de nascimento... agora é mesmo uma questão de tempo e eu tenho mesmo de estar muito bem preparada.
Abraço grande!
De M.Luísa Adães a 29 de Julho de 2011 às 19:43
De acordo contigo, espero o melhor!

Beijos para todos!

Mª. Luísa

p.s. escrevi no pekenasutopias
De poetazarolho a 24 de Julho de 2011 às 23:44
“Visão”

Pr’a ver além do que vemos
Fechei meus olhos e tentei
Pode ser que lá cheguemos
Mas esta visão eu não logrei

Só vi uma imensa escuridão
Que a imaginar não t’atrevas
Por fim vi um imenso clarão
Vou te pedir que o descrevas

Imagino além da imaginação
Já que esse clarão eu não vi
Era a mudança que já lá vem

Ou foi porventura uma visão
De um sonho, pois adormeci
Em acordando sinto-me bem.
De M.Luísa Adães a 25 de Julho de 2011 às 11:08
Poeta

Essa mudança que sentes
que já lá vem,
é a tua imaginação
numa noite de escuridão.

E ver para além,
também é uma espécie de sonho
e só vês ou não vês
o escuro não se vê...

Bom dia, poeta amigo,

Mª. Luísa
De poetazarolho a 26 de Julho de 2011 às 00:21
“A besta”

Entre o bicho e o homem
Vai uma distância enorme
Os bichos matam e comem
Homem mata sem ter fome

Homem mata só por prazer
Até mesmo o seu semelhante
E grita na hora do ver morrer
Esta é uma vitória retumbante

Este homem é mais que bicho
Mata, destrói e canta vitória
É uma aberração da natureza

Filho de Deus, satanás ou lixo?
Muitos houve ao longo da história
Encarnações da besta com certeza.
De M.Luísa Adães a 26 de Julho de 2011 às 08:06
Poeta


Belo teu poema
E responde a tudo
Quanto escrevi
Naquele dia de luto...

"Ele é uma aberração da natureza"...

Real o que dizes. Parabéns!

Maria Luísa
De MIGUXA a 26 de Julho de 2011 às 22:54
Maria Luísa,

Todo e qualquer atentado contra a vida humana é um crime de loucura, seja ele cometido de forma pública e mediatizada, seja no recato de um lar...
Dizem que o "monstro" é cristão de extrema direita...cristão? (seguidor de Cristo) - não injuriemos o nome de Cristo que morreu por amor e que se saiba jamais ensinou a matar...

A loucura chegou ao mundo desde que ele existe...actualmente temos é maior visibilidade da insanidade humana...

Deus nos proteja!!!

Beijos com carinho
Paz e amor
Margarida
De M.Luísa Adães a 27 de Julho de 2011 às 08:21
Correto o que dizes e nada mais a acrescentar.

Coloquei Bertold Brecht e um poema dele
que vai ligar ao massacre. Lê a minha ideia,
e diz alguma coisa.

Um abraço e obrigada,

Mª. Luísa
De geriatriaaminhavida a 28 de Julho de 2011 às 18:32
É terrível o que aconteceu.
Como é que se consegue matar assim sem mais nem menos?
Não que eu desculpe quem mate, mas posso até tentar compreender quando uma morte acontece quando há uma briga, uma discussão mais acalorada, agora assim sem justificação ...
Costuma-se dizer "quem vê caras não vê corações" e é bem verdade. Olhando para a cara dele jamais veria um assassino.
Que mundo o nosso.
Beijinho
De M.Luísa Adães a 28 de Julho de 2011 às 18:48
Ele é um sádico a quem nada falta
e nesse não saber que fazer
por ironia e maldade,

mata por matar
sem razões
sem justificações.

E fica enfadado,
pois o massacre não foi suficiente
para a sua sede de sangue.

Não deixa de ser um anormal
que só se sacia
tirando a vida humana.

Não o podemos entender
Somos humanos!

Ele não é humano
Nem pertence ao mundo animal.

Pertence a uma seita
arrogante e maléfica
que se chama com orgulho
de "Ultradireita".

Obrigada por escrever,

Maria luísa Adães

Comentar post

relojes web gratis

Familia Maldonado /Brasão

24. Setembro .2001