Quarta-feira, 16 de Fevereiro de 2011

http://descemaisuma.blogspot.com / de Rafael Castellar Neves

 

 

                                                                          Oferta ao blogs http://os7degraus.blogspot.com

 

                                                                            Fevereiro de 2011/

                                                                           

                                                                             Agradeço / Maria Luísa

 

 

 

                                                       

 

                                                                  Oferta ao blogs: http://os7degraus.blogspot.com /Fevº. 2011

 

                                                        

                                                        Pruno /Nuesta casa, es tu casa / oferta:  

                                                        http://os7degraus.blogspot.com                                 

publicado por M.Luísa Adães às 11:26
link do post | comentar | favorito
|
26 comentários:
De jabeiteslp a 16 de Fevereiro de 2011 às 11:54
só miminhos....hé hé hé

um feliz dia Luisa
De M.Luísa Adães a 16 de Fevereiro de 2011 às 17:58
Olá João

Melhor de verdade? Fico feliz. Sentia muito a tua falta!

Foi um amigo do google, brasileiro que me fez essa homenagem.
Gostei, mas também gosto de ti!

As melhoras!

um beijo,

Mª. Luísa
De M.Luísa Adães a 17 de Fevereiro de 2011 às 17:59
João

Fechei perfil no prosa-poética.

Tens dificuldades em ir ao google? Diz-me!

Mª. Luísa
De jabeiteslp a 18 de Fevereiro de 2011 às 10:06
já reparei
e penso que será menos uma dor de cabeça pra ti...

e mimosar
dá gosto....

feliz fim de semana
beijinhos
De M.Luísa Adães a 18 de Fevereiro de 2011 às 11:21
jabei

Como disse, tudo quanto lá estava está editado.
Eu não podia escrever aquele tipo de poesia em dois lados, assim vai só para um lado e eu fico liberta dessa preocupação. E também não
interessava senão à meia dúzia dos meus amigos e eles até vão ao google.

O google tem milhentos blogs, mas encontra-se outra espécie de cultura que o sapo perdeu e
continua a perder. Deixou de interessar...no
meu conceito.
O google não é fácil de vencer, mas arrisquei e não me arrependi.
Aconteceu, foi expontâneo, assim como foi expontânia esta decisão.
Menos uma dor de cabeça (como tu dizes).

Nos prémios oferecidos, coloquei o nome do blogs a quem foram oferecidos e clicando
nesse nome (os7degraus) vai-se directo ao
google.

No google há um link com "Premios - clique para ver" e vem directo ao Prémios.

Sem remorsos, pois não deixei a minha escrita
aos vandalos.

E sabes em meia dúzia de meses recebi muitos
prémios do google e eu não ofereço nada a ninguém (até nem sei ) e também não peço nada!

Sabia que ias entender!

Beijos e obrigada,

Maria Luísa
De poetaporkedeusker a 17 de Fevereiro de 2011 às 10:38
É muito engraçado, este teu selo! Ui! Lembrei-me agora de que tenho um prémio, "roubado" à Fá, nos rascunhos do prémios e medalhas... nunca mais me tinha lembrado dele e penso que ainda não será hoje que ele vá ser publicado...
Enorme abraço!
De M.Luísa Adães a 17 de Fevereiro de 2011 às 11:10
Obrigada, amiga.

O melhor para ti!

Maria Luísa
De poetaporkedeusker a 17 de Fevereiro de 2011 às 15:39
Raramente preciso de desabafar mas vou abrir uma excepção... para mim, fazer revisão de sonetos clássicos é mil vezes mais difícil do que pode parecer! O meu "pé" melódico mudou ligeiramente de 2008 a esta data e muitos dos meus amiguinhos sobre quem eu escrevia naquele presente, já não estão por cá... tive de me munir de todo o distanciamento possível, quando cheguei à E.T. Já estava um bocadinho fragilizada pelos "sonetos do meu menino" e fiquei completamente de rastos... bem, eu sei que isto é muito subjectivo... sei que aguento muito mais do que a maioria e, muito provavelmente, quem me olhar, achar-me-á sereníssima... mas está a doer-me atrozmente.
De qualquer modo sei que tomei a decisão mais correcta... os sonetos estavam e estão cheios de errozinhos e errozões... o ideal seria, no meu entender, fazer duas revisões com um intervalo de tempo de duas semanas... mas isso já seria ser perfeccionista demais...
Pronto! Lá vou eu de novo!
Um abraço e desculpa o desabafo...
De M.Luísa Adães a 17 de Fevereiro de 2011 às 16:16
Mª. João

pouco percebo do que estás a dizer. Tinhas poemas dedicados a amigos que foram embora? O que é a ET?
Quais são os sonetos do meu menino?

Não penses ser tão forte como imaginas e queres. Sê mais humilde nesse sentido, por ti e tuas capacidades fisicas.

Se te dói, não finjas não te doer. Tu és frágil, eu sou frágil, não é um defeito!

Fazes bem em desabafar, só que eu nem tudo percebo.
Se queres selecionar poemas, seleciona, mas se
alguns te fazem doer não lhe toques, guarda
e nunca mais os vejas ou acaba com eles e para isso é preciso "coragem" - não força!

Calculo saber quais são "o meu menino" guarda em lugar onde não toques e não os "tornes a ler, separa-os dos outros".

Não confundas coragem com força.

Podes ter muita força, mas coragem não tens!

Tentei fechar com blogs privado o prosa-poética, podes ver se acertei?

Continua a desabafar se necessário, mas não me contraries muito, pois eu sei o que estou a escrever.

M. L.
De poetaporkedeusker a 17 de Fevereiro de 2011 às 16:49
Pronto! Aqui estou e tens toda a razão... nem sequer te expliquei que a E.T. era uma das minhas gatinhas que morreu em 2009... estou a revisar todos os posts do blog, amiga, todos! Os " sonetos do meu menino" são, quase todos, muito bons. Seria uma pena não fazer a revisão deles e deixá-los com erros... muito embora não tivessem muitos. Dói, mas um escritor tem a obrigação de saber dominar o lado emocional da poesia que escreve...
acreditas que me parece que passaram muitos anos, muitos, desde aqueles primeiros sonetos online? Vou já ver se o Prosa Poética ficou bem fechado...
De M.Luísa Adães a 17 de Fevereiro de 2011 às 17:55
Eu só domino o lado emocional quando ficciono
mas independente disso e mesmo com isso, eu sempre choro...sempre! Me parece ser menos fria na forma de viver, de escrever, de sentir.

Na realidade tens mais força e neste instante, não distingo a força da coragem. E falei dessa diferença há pouco e para ti.

Mª. luísa
De poetaporkedeusker a 18 de Fevereiro de 2011 às 11:20
Eu não choro muito, amiga. É muito raro, mas sei que também nos fazem falta as lágrimas... tempos houve, há muitos anos e durante um período que durou quase uma década, em que chorei muitíssimo... agora é muito difícil porque direcciono as emoções - e não só - para a poesia ou mesmo para um texto em prosa. É um combustível precioso e eu diria que pode ser de utilidade pública, se for capaz de produzir boa poesia.
Sei que estás no Facebook... gostas de lá estar? Eu, muito sinceramente, não gosto. Vou lá "depositar" os links para os meus poemas e se eventualmente me aparecer no campo de visão alguém conhecido, paro para deixar um abraço... mas estou como o João de Melo,"é um banho de água suja". Penso que foi no A de Autor que ouvi essa entrevista dele.
Abraço grande!
De M.Luísa Adães a 18 de Fevereiro de 2011 às 12:23
Mª. João

Eu não estou no facebook! Não percebo nada daquela técnica. Não tenho tempo nem saúde para andar dispersa pelo pc, sem respirar o ar da rua.

Fiz um teste, muito mal feito, mas apareci por lá e verifiquei que conhecia muitas pesoas
uns virtuais muitos do mundo real.
Aquilo deve ser muito fácil e dar muito menos trabalho que ter um blogs sério e honesto, mas eu não sei fazer nada.

Apareceu-me um monte de pessoas a quererem adicionar-me como amiga, mas eu não percebo a técnica nem me desperta qualquer interesse.

Isso que tu fazes é que talvez fosse interessante
mas como se faz? A minha sobrinha médica
que desdenha da poesia também lá está - fiquei espantada com as pessoas que encontrei.

Daí o sapo estar a morrer. Tu aparece no meu poema "ILHA" que cada um se vê reflectido nela e lembram as ilhas de que têm saudade,
mas esta ilha é no Brasil e é linda de morrer!

Estive lá uns dias - um sonho - descobri próximo, um caminho isolado e cheguei ao mar, a casa estava a 5minutos do mar e
ninguém sabia. Muito perto havia uma ponte
um yatch e um aviso de "propriedade particular" mas tem muitas coisas extremamente negativas, assim como a beleza, extremamente positiva.
Flores que temos em vasos transformadas em árvores e outras tão lindas, mas desconhecidas.
Ilha tropical, um homem isolado numa pedra alta pescava - nada, nem para mim olhou e
eu escrevi a meu modo aquela Ilha de sonho
ou pesadelo.

Passa por lá e repara no Final que para mim é belo e já foi comentado nesse sentido.

Quando possível falas no facebook ,o que tu fazes talvez me interesse - penso que sim!

Mas não deixes a Ilha e é uma forma de eu ir
ao teu google, pois já não te encontro no meio daquelas caras que lá estão.

Um beijo e obrigada,

Mª. Luísa
De poetaporkedeusker a 18 de Fevereiro de 2011 às 15:26
Maria Luísa, eu não gosto nada de dar conselhos às pessoas... tenho algum receio de te influenciar com o que sinto pelo Facebook e que, neste momento, não é nada bom... mas não to recomendo. Só te digo que tens l
a uma conta aberta, que me pediste - segundo a tua conta do Fb - para ser tua amiga e que eu aceitei... se me dizes que não tens, não sei, nem quero saber. Não me sinto nada à vontade quando vou até lá e a repressão, em mim, tem efeitos muito negativos que eu só posso minimizar através do trabalho... é por isso que cada vez trabalho mais! :))
Não me perguntes sobre a técnica porque eu não percebo lá muito bem a lógica daquilo. Os amigos aparecem, desaparecem e transformam-se ao sabor de coisa nenhuma e para fantasia, a minha é e sempre foi muito grande... não me apetece nada andar a saber o que é que as pessoas andam a dizer de mim. Acho que aquilo é um bocadinho estupidificante.
A tua ilha deve ser muito mais simpática e produtiva!
Eu vou já até lá!
De M.Luísa Adães a 18 de Fevereiro de 2011 às 18:13
Eu não quero entrar naquela loucura.
Encontrei pessoas que conheço pessoalmente e detestam poesia e poetas.

Mas como sou louca e por vezes faço coisas inacreditáveis e digo outras, fui preencher umas coisas, mas havia muitas falhas que eu
não emendei e por isso eles se vão esquecer e me deixar em Paz. Foi um teste idiota.

Mas eles são milhentos e eu considero um êxodo que se está a dar e levou muita gente
do sapo e vai continuar a levar.

Tudo passa com o tempo e esta febre também passa, mas vai demorar e neste momento
domina.
Encontrei a Julia Pinheiro da TVI como
chamariz para a loucura que ali se está a passar.

Fico como estou. Um blogs de perfil fechado
para não ficar com aspeto de abandono e
poder ser copiado quando repararem que eu deixei de escrever. Assim, batem à porta e ninguém responde, não podem entrar.

Fico com os prémios de que gosto, onde recebo o que me oferecem e quando tenho tempo e disposição escrevo e chegam-me os amigos mais chegados e os visitantes.

No google continuo a escrever, enquanto possível, sempre na intenção de publicar,
mais tarde...

E fico em paz. O facebook deu-me a imagem de um circo sem nexo, sem princípio, nem meio, mas vai ter fim, mas não tão cedo.

Mas já domina e muito! Tem arrasado os blogs do sapo!

A tua visão está muito certa! Eu quis ver o aspeto daquilo. Deixou de interessar, mas
obrigada.

Um beijo e bom Sábado e Domingo.

Mª. Luísa
De poetaporkedeusker a 21 de Fevereiro de 2011 às 15:31
Sabes o que me parece... parece-me que não se consegue pensar, quando se está por lá... nem pensar, nem sentir... não há tempo para o "tempo de reflexão" e só esporadicamente lá vou deixar qualquer coisa...
Abraço grande!
De M.Luísa Adães a 21 de Fevereiro de 2011 às 18:48
Além de não perceber como aquilo funciona me deixou uma sensação de um mundo de
loucura. Multidões de pessoas dizendo e fazendo coisas sem nexo.

Mas gostei de fazer o tal teste, vi como se processa aquele ambiente que sempre detestei,
em toda a minha vida.
Estranha aquela loucura! É isso que as pessoas
procuram num desatino onde não há nada.

Para multidões, só uma vez por ano e em Copacabana!

Tens toda a razão! Como vão os trabalhos?
Tenho de passar pelos teus blogs.

Estive no pekenasutopias e gostei daquela lição sobre poesia clássica. Muito bom!

Amanhã apareço. Mª. Luísa
De MIGUXA a 17 de Fevereiro de 2011 às 16:46
Maria Luisa,

Estou triste, o teu blog prosa poética desapareceu e com ele o acesso ao 7 degraus...

Sei que não sou ninguém neste imenso mundo virtual mas gostava de te ler...gosto de ti e vejo-me como que deixada à beira da estrada, num caminho deserto...

A vida é de facto uma ilusão de situações que nós próprios criamos, para tentarmos ser felizes...

De qualquer modo obrigada por tudo o que me proporcionaste até ao momento...

Sê feliz!

Margarida
De M.Luísa Adães a 17 de Fevereiro de 2011 às 17:40
Miguxa

Não fiques triste e eu não me esqueci de ti.

Vou tornar a escrever, pois tenho de saír.

Mas não foste deixada à beira da estrada!

Um beijo e nunca me digas Adeus!

Maria Luísa
De poetaporkedeusker a 17 de Fevereiro de 2011 às 16:55
Está privadíssimo, Maria Luísa! Fica descansada que é impossível lá entrar! :)
Obrigada por me escutares. Vou voltar a revisar sonetos. Devo ter trabalho para uns bons meses...
corrigir soneto clássico é construir um verdadeiro puzzle!
Abraço grande!
De M.Luísa Adães a 17 de Fevereiro de 2011 às 17:49
Obrigada. depois continuo a responder.

Um beijo,

Maria Luísa
De M.Luísa Adães a 17 de Fevereiro de 2011 às 17:57
Agradeço,

Mª. Luísa
De luadoceu a 18 de Fevereiro de 2011 às 14:51
parabens maria luisa
merece
um abraço

luadoceu e familia

De M.Luísa Adães a 18 de Fevereiro de 2011 às 18:25
Olá amiga,

Cheguei do Brasil para ficar por cá mais uns tempos.

Obrigada pelos teus parabéns!

Fechei o perfil do prosa-poetica (não podia escrever o género de poesia que escrevo que
não parece, mas não é fácil).

Fico com os Prémios onde coloco o que me oferecem e escrevo o que me agrada.
Tenho meia duzia de amigos por aqui, mais os visitantes e Chega!

E continuo no google que fica a ser (já era) o blogs principal e não estou arrependida.

É menos uma dor de cabeça.

Tenho de te ir visitar, assim que possível.

Agradeço o teu comments e mando beijinhos para a pequenina que penso esteja bem.

Um abraço para ti,

Mª. Luísa
De luadoceu a 19 de Fevereiro de 2011 às 09:57
nao te preocupes em justificares
fazes o que e melhor p ti....
há blogs que tb fechei por falta de tempo
e mesmo outros que abri,n tenho tempo
tb tenho andado meio adoentada,mas logo passa
obrigada pelos bjinhos,nos 2 agradecemos
De M.Luísa Adães a 19 de Fevereiro de 2011 às 11:07
Amiga

Não sei se sabes chegat aos 7degraus e isso
me preocupa.
Mas como chegas aqui muito bem, para ires ao
google vais aos prémios que me oferecem e
clicas no nome do blogs (todos têm esse nome)
clicas e vais lá ter directamente.

As melhoras. Obrigada. Beijos para ti e para todos,

Maria luísa

Comentar post

relojes web gratis

Familia Maldonado /Brasão

24. Setembro .2001