Quarta-feira, 3 de Novembro de 2010

Sakineh Mohammaid Ashtiani/ Vai Morrer!

   Este carinho a todo os amigo! Selo da Harmonia, Amor e Paz de Hana! 

                                                                           Hana /Paz, Amor e Harmonia/ Oferta ao blogs: http://os7degraus.blogspot.com

 

 

 

 

 

Condenada à morte em 2006.

 

Apedrejamento por adultério,

 

Forca por envolvimento no assassinato do marido.

 

Através da tortura, ela se condenou, confessando

o que as autoridades pretendiam.

 

Uma campanha Internacional tenta salvar a iraniana.

 

Em LONDRES  Maryam Namazie, militante iraniana exilada

e membro do Comité Internacional considerou que

um afrouxamento da mobilização internacional

propiciona a execusão.

 

Segundo ela o poder iraniano retirou o apedrejar e

escolheu a forca achando que isso causará menos

indignação.

 

BERLIM diz que Sakineh não será executada nesta quarta-feira,

3 de Novembro 010.

 

Seus filhos pedem o apoio do mundo.

 

O BRASIL  ofereceu asilo à iraniana e aos dois filhos!

 

O Irão recusou!

 

No Irão, as pessoas são torturadas e executadas diariamente.

Como Sakineh há muitas outra pessoas definhando em celas

que mais parecem tumulos.

Elas estão sózinhas e esquecidas.

 

O mundo tem os olhos postos na tragédia que é de muitos,

onde os Direitos Humanos foram esquecidos.

 

Pedimos justiça aos homens!

Mas os conceitos de justiça

Em muitos lugares do Globo,

 

Matam

Tiram

Agridem

Violam

 

Levanto os olhos ao Firmamento,

vejo as Estrelas brilhando,

os Astros ancestrais.

 

interrogo sem falar...

 

E eles respondem com Dignidade,

Aquela Dignidade

Tirada aos Homens e Mulheres,

 

Pelos próprios Homens...

 

E reconheço

A minha Pátria.

 

 

Maria Luísa

 

4/11/010: Sakineh não foi executada, ontem como temia a Comunidade Internacional.

 

Uma carta da Suprema Corte de Teerã foi enviada ao escritório de Aplicação

de penas na penitenciária de Tabriz autorizando a execução rápida de Sakineh.

As execusões acontecem na quarta-feira.

 

5/11/010: Comunidade internacional volta a fazer apelo por Sakineha. 

 

O Ministro das relações exteriores do Irã, Manouchehr Mottaki

garantiu que não há decisão final sobre a iraniana Sakineh.

 

Autoridades iranianas, garantem que o apedrejamento foi suspenso.

Mas a pena de morte pode ser enforcamento.

 

6/11/010 : O Presidente da Associação refugiados Politicos iranianos na Itália

Karimi Davood afirmou que o objectivo do governo de Mahmoud Ahmadinejad

"é enforcar a mulher em segredo e deixar o mundo diante de um facto consumado".

 

O que causa "grande preocupação" às entidades de direitos humanos (ANSA).

 

 

8/11/010:  1º. advogado de Sakineh continua preso, o filho também.

 

O embaixador do Irão em Roma garantiu que o processo de Sakineh

"ainda não foi concluído, e não foi emitida até hoje qualquer sentença definitiva."

 

12/11/010: Jornal de Angola há 2 horas.

 

Justiça quer mais tempo para examinar condenação de SAKINEH.

 

Terra Brasil há 6 dias:

Autoridade iraniana acredita que sakineh possa ser salva da pena de morte.

 

30 de Novembro de 2010.

publicado por M.Luísa Adães às 10:20
link do post | comentar | favorito
|
33 comentários:
De cuidandodemim a 3 de Novembro de 2010 às 11:49
Por enquanto continua a esperança. Vamos todos rezar para que ela não seja executada...
Bjns
De M.Luísa Adães a 3 de Novembro de 2010 às 16:30
cuidando de mim

Muito bom este encontro e no caso, a razão que nos une.

Possa Ela salvar-se - mas no local onde se encontra, nem Deus, nem os Anjos, podem
entrar.

E sem a Côrte Divina, onde está a salvação?

Mas vamos aguardar! Gostava de dizer tenho Fé, mas não posso!

Junto a minha prece à sua prece.

Obrigada,

Mª. Luísa
De a 3 de Novembro de 2010 às 12:46

A religião levada ao extremo dos seus prosélitos produz sempre esta nefanda barbárie do crime, da brutalidade e da violência. Entre estes Povos islâmicos, onde campeia o fundamentalismo mulsumano , a mulher é objecto de um Aparteid criminoso, que nos envergonha a todos.

O tempo urge e é preciso salvar esta grandiosa Mulher!
De M.Luísa Adães a 3 de Novembro de 2010 às 16:35


É verdade o tempo urge e a ampulheta que o conta está a terminar.

Mas sinto que é muito difícil!

Obrigada por se juntar à minha prece e à de todos, que aqui possam chegar.

É incrível, mas isto é a verdade!

Um abraço e obrigada,

Maria luísa
De jabeiteslp a 3 de Novembro de 2010 às 12:56

com aqueles porcos
pouco ou nada os agrava

eu mandei um mail ao presidente
mas sinceramente
duvido que lá chegasse

vamos acreditar que salvaremos a senhora..

beijinhos Luisa
bom momento mesmo...

deixo tambem o ultimo video
do ultimo post...

http://videos.sapo.pt/4geMuHhLqyI1NvdzLEYp
De M.Luísa Adães a 3 de Novembro de 2010 às 16:41
Agradeço a gentileza do vídeo. Estás a enriquecer este blogs que tem muitos visitantes.

Eu também duvido que alguma coisa se faça
para mudar a tragédia.
Não quero ser pessimista, mas com aquela gente...é difícil, quase impossível.
E Deus não pode entrar naqueles locais de
maldade e crueldade.

Beijos,

Mª. Luísa
De poetaporkedeusker a 3 de Novembro de 2010 às 14:56
Nem sei por onde comece, Maria Luísa... tu conseguiste transformar uma crónica num belíssimo poema. Esse final é de uma beleza indescritível.
Estará o Irão aberto à opinião do resto do mundo? Serão eles capazes de entender isto que, muito provavelmente, consideram a nossa maior fraqueza? Não sei, amiga... só sei, do fundo do coração, que desejaria que mais nenhuma mulher fosse apedrejada ou enforcada, fosse por que motivo fosse.
Um grande abraço.
De M.Luísa Adães a 3 de Novembro de 2010 às 16:44
Mª. João

Penso que o Irão não vai aceitar nada e a vai
matar!

Deus não pode entrar em lugares profanos e
tocar corações infames.

Obrigada por essa do poema!

Beijos,

Mª. Luísa
De Everson Russo a 3 de Novembro de 2010 às 16:55
É dificil de acreditar que ainda vemos isso em pleno seculo 21, formas medievais de condenação....um belo post alerta....grande beijo de boa tarde pra ti amiga.
De M.Luísa Adães a 3 de Novembro de 2010 às 17:49
Everson Russo

Grata estou amigo, pela tua presença e tuas
palavras.

Obrigada,

Maria Luísa
De M.C. a 3 de Novembro de 2010 às 17:47
Junto a minha prece à tua prece e às preces do mundo inteiro.

Disto fizeste um poema lindo e triste.

M.C.
De M.Luísa Adães a 3 de Novembro de 2010 às 18:18
É verdade M.C. lindo, aliado a uma tragédia.

Gostava de ter esperança, mas com aquela gente, não tenho...

Deus ajude para que não tenha razão!

Agradeço,

Mª. Luísa
De MIGUXA a 4 de Novembro de 2010 às 00:40
O fundamentalismo, prima pela radicalidade, pela falta de humanismo, pela ausência de respeito pela vida humana e tudo em nome de Deus. Não é o meu Deus, porque a "Luz" que me guia vem de um Amor Sublime, Puro...ao qual tanta barbárie, ignorância e crueldade jamais poderá ser associado

Podemos em uníssono gritar contra a bestialidade mas infelizmente duvido de bons resultados. Aquela gentinha não tem alma, vivem ao som de uma bomba-relógio.

Beijos ternos minha amiga

Margarida

De M.Luísa Adães a 4 de Novembro de 2010 às 08:34
Correcto! É isso mesmo o que eles são! E nada
os pode travar! A minha "Fé" se anula em
face da maldade.
Deus não pode estar em determinados lugares
e os Anjos também não podem descer, onde
predomina o ódio.

Mas não podia, não podemos deixar de clamar!

Beijos e obrigada por escreveres,

Mª. Luísa
De poetaporkedeusker a 4 de Novembro de 2010 às 15:23
Não podemos nem deixaremos de clamar, Maria Luísa! Os fundamentalismos são sempre irredutíveis nas suas decisões mas, por vezes, cedem ao receio... esperemos que se venha a dar esse milagre!
Um grande abraço!
De M.Luísa Adães a 5 de Novembro de 2010 às 13:28
não vamos deixar de clamar! eu vou saber notícias e as trago ao blogs, mas me parece que até à próxima quarta-feira ela não vai ser
executada.

Depois dou notícias neste lugar!

Beijos e obrigada,

Mª. Luísa
De poetaporkedeusker a 5 de Novembro de 2010 às 14:20
Obrigada, minha amiga! Esperemos que essa pobre mulher possa ter, ao menos, a notícia de que tanta e tanta gente está a seu lado, orando pela sua vida.
Como estão as coisas contigo? E os problemas em casa?
Eu, hoje, estou um pouco menos dorida do que estava ontem... o dia de ontem foi particularmente difícil pois estava febril e com bastantes dores.
Abraço grande!
De M.Luísa Adães a 5 de Novembro de 2010 às 17:09
Não sei se o mundo vai ter assim tanta força.
Não sei!...

Nada sou, nada faço, apenas escrevo um pouco e desse dom que Deus me deu, eu não
posso esquecer minha missão neste mundo.
Represento com convicão e lealdade o meu
papel.

Beijos amigos, muitos.

Mª. Luísa

p.s.meu marido apareceu com um problema na pálpebra. Teve de ir para as urgências do Sams.
Foi de seguida para o Instituto de Microcirurgia Ocular (Torres de Lisboa).

Não se sabe ainda, a razão do acontecido , mas
já está em tratamento. Terça-Feira volta, para ver a reacção aos medicamentos.
Nada mais posso dizer!
Mas tem sido uma preocupação enorme.

Em Portugal, tenho-o a ele e ele a mim.

Vamos aguardar o desenrolar do problema.
Pode ter sido paralisia por corrente de ar.
Não sabemos, por enquanto...

(Temos passagens marcadas para São Paulo -
Brasil - no dia 5 de Dezembro.)

Obrigada pelo cuidado,

Mª. L.
De poetaporkedeusker a 5 de Novembro de 2010 às 17:32
Pode não ser nada de grave, Maria Luísa... não te aflijas! Vais ver que vai correr pelo melhor! Em ambas as situações!
Abraço grande e rápidas melhoras!
De M.Luísa Adães a 5 de Novembro de 2010 às 17:55
Mª. joão

Obrigada pelo carinho e pelas palavras de
esperança.

Bom Fim de Semana,

Mª Luísa

De João Chamiço a 4 de Novembro de 2010 às 22:17
Olá Maria Luísa. Até quando será o mundo feito de canalha desta!!!

Beijo
De M.Luísa Adães a 5 de Novembro de 2010 às 13:36
Olá João muito gosto em te encontrar neste
blogs intimista onde aparecem alguns amigos.

Neste caso, todos os dias vou dar últimas notícias breves.

Me parece que até à próxima quarta-feira,
Sakineh não é excutada.

A luta não pode parar! Mas a minha Fé é
deminuta em relação à barbárie desta gente.

Vou continuar a dar notícias breves, neste blogs, tão diferente dos outros.

Beijos e obrigada


Maria Luísa
De M.C. a 5 de Novembro de 2010 às 15:34
Bom, muito bom, o interesse humanístico
invocado neste pequeno recanto.

Aguardamos notícias!

M.C.
De M.Luísa Adães a 5 de Novembro de 2010 às 15:40
Obrigada pelo interesse de todo o mundo e por
você M.C.

Faço o que sinto. Escrevo e tenho obrigação e
interesse humano pelo que se passa.

Não podia esquecer!

Eu, própria, podia ter nascido no Irã e estar no
lugar de Sakineh...

Lembremo-nos disso!

Obrigada por escrever,

Maria Luísa
De M.Luísa Adães a 5 de Novembro de 2010 às 17:13
Faço muito pouco ou nada, mas é o que sei fazer!

Obrigada pelo interesse. O problema é de todos

Mª. L.

Comentar post

relojes web gratis

Familia Maldonado /Brasão

24. Setembro .2001