Quarta-feira, 27 de Outubro de 2010

Salvador Dalí

 

Salvador Domingo Felipe Jacinto Dalí, 1º. Marquês de Dalí de Púbal (Figueres)

 

Nasceu a 11 de Maio de 1904.

 

Conhecido apenas como Salvador Dalí, foi um importante catalão, conhecido pelo trabalho

Surrealista.

 

O trabalho de Dalí chama a atenção pela incrível combinação de imagens bizarras, oníricas,

com excelente qualidade plástica.

 

Dalí foi influenciado pelos "mestres da Renascença".

 

O seu trabalho mais conhecido "A Persistência da Memória" foi concluído em 1931.

 

Salvador Dalí teve trabalhos artísticos no cinema, escultura e fotografia.

Colaborou com Walt Disney na curta animação. Destino que foi lançado postumamente

em 2003, ao lado de Alfred Hitchcock.

 

Em 1995 a Psicanálise completou um Século como a Ciência do Inconsciente.

O Surrealismo enfatiga o papel do inconsciente na actividade criativa.

No Brasil o surrealismo é uma das muitas influências captadas pelo modernismo.

 

Dalí explorou intensamente o Símbolismo. Recorre a imagens:

 

a ideia dos Relógios, simbolicamente funcionando.

O Elefante é também uma imagem recorrente nas obras de Dalí.

O Ovo é outra imagem comum na sua obra e simboliza a Esperança e a Caridade.

 

Diversos animais aparecem nos seus trabalhos:

 

Formigas remontam à morte, decadência, desejo sexual,

Gafanhotos são um símbolo de desperdício e de medo.

 

Dalí disse - "Eu sou o próprio Surrealismo".

 

Dalí foi versátil:

produziu mais de 1.500 quadros, ilustrações, litografias, desenhos para cenários

e trajes de teatro, desenhos de esculturas. 

Pintava, esculpia, desenhava como se de um Deus se tratasse.

 

Gala, sua mulher , nasce em Kazan Russia em 1894, de uma família de intelectuais.

Morre em Port Lligat em 1982. Tinha mais 11 anos do que Dalí, foi a Musa do Surrealismo

e casa com Dalí em 1932. Tem inúmeras relações extramatrimoniais, às quais Dalí nunca se opôs.

As numerosas pinturas que fez dela, mostram seu profundo amor por Gala.

 

Dalí era um homem problemático, inseguro, desorganizado e foi Gala que actuou como seu agente

intermediário entre o génio e o mundo real.

 

A morte de Gala trouxe a Dalí uma profunda depressão e aos 76 anos é apanhado pelo Mal de Parkinson.

Morre em 1989 na sua amada Catalunha, em Figueres com 84 anos e é sepultado na cripta

do seu Teatro em Figueres a três quarteirões da casa onde nasceu.

 

A natureza e a vida mostram-nos estes contrastes entre as pessoas e a forma como se comportam que

nos parece absurda e de certo modo é. Mas ele era um Génio, ela a musa do Surrealismo

e o comportamento de ambos, está para além da compreensão humana.

Ele foi um marido fiel a Gala, sempre, incluindo o tempo depois da sua morte. 

 

Dalí é inigualável nas duas fases que nos trazem o Símbolismo e o Surrealismo

de beleza incomparável e difícil de explicar.

 

Gosto de Dalí, das suas cores, do seu bizarro e de tudo quanto entendo e ainda,

do que não entendo.

  

 Dalí dizia:   "Os Génios não devem morrer"

 

 

 

Maria Luísa

 

  

                                                                   http://meusamigosseusmimosmeusencantos.blogspot.com

                                                                   Prémio Dardos/ Oferta - Outº. 010

 

                                                                   Para o blogs:  http://os7degraus.blogspot.com

publicado por M.Luísa Adães às 17:57
link do post | comentar | favorito
|
36 comentários:
De Brown Eyes a 27 de Outubro de 2010 às 19:09
Maria Luísa não conhecia este cantinho, fizeste bem em me trazeres aqui. Eu digo o mesmo que Dali: Os génios não deviam morrer desde que não consideram génio um Hitler por exemplo. Todos os que trouxeram ou tragam benefícios para a humanidade, seja em que área for. Já conhecia um bocadinho da vida de Dali mas aqui aprofundei os meus conhecimentos. Beijinhos
De M.Luísa Adães a 28 de Outubro de 2010 às 09:27
Minha amiga

Hitler não foi um génio, mas um assassino,
um psicopata, a quem "não faltava " inteligência.

Só que muitas vezes ou sempre nestes casos, à inteligência

falta "O senso moral".

Dalí foi o Génio do excêntrico, aliado à beleza
incrível do que produzia. Tem inteligência e senso moral...Mas o senso moral é um derivado de vários sensos morais.

Hitler deu morte e destruição.

Dalí deu a beleza com um fulgor nunca visto.
E o símbolismo e surrealismo trazem o
Inconsciente ao cimo.
Isso me deleita!

Beijos e obrigada.

Maria Luísa
De jabeiteslp a 27 de Outubro de 2010 às 19:56

e assim ressuscitamos
um pouco de cada um

bela dissertação sobre o Dali

jocas e uma muito feliz noite

De M.Luísa Adães a 28 de Outubro de 2010 às 09:31
Jabei

Obrigada por gostares.
Muitas pessoas falam de Dalí e o conhecem mal.

Eu pretendi de forma simples, fazer um pequeno apanhado deste Génio da Humanidade.
Ou uma breve análise, muito breve...

Beijo e obrigada

Maria Luísa
De jabeiteslp a 28 de Outubro de 2010 às 17:11
eu sei
ou penso saber
era Danadinha a D. Gala

e talvez fosse a Grande Mulher
atrás de um Grande pintor


beijinhos Luisa
De M.Luísa Adães a 28 de Outubro de 2010 às 18:58
Joca

O que depois acrescentei é verdade.
Mas ele nunca se opôs, mas era um "voyeur"

Ele era um Génio ela era a musa do Surrealismo, de vários.

Ele nunca mais tocou noutra mulher, mas era Voyeur. Estranhos ela e ele.
Mas o amor dele por ela era forte, grande e profundo.

M. Luísa
De M.Luísa Adães a 28 de Outubro de 2010 às 18:42
Joca

Eu acrescentei aquele grande amor por Gala
e mais algumas coisas de que se fala e é verdade.

Um Abraço,

Mª. Luísa
De M.Luísa Adães a 28 de Outubro de 2010 às 18:52
Joca

Concordo contigo!
A dissertação está muito boa!

Obrigada,

Mª. Luísa
De jabeiteslp a 28 de Outubro de 2010 às 20:39

se posso diferenciar
penso que seriaam uns Extravagantes
boémios
e muita pasta envolvida...para tal

que acaba tudo no mesmo

feliz noite
que vou às Xirovias
e concertos inerentes
no jardim público....
De M.Luísa Adães a 29 de Outubro de 2010 às 14:59
Joca

Que são Xirovias?

Eles eram, como dizes, uns extravagantes boémios e muito dinheiro.

Mas fora disso, ele era um Génio que já tinha tido problemas de mente.
Ela foi a Musa do Surrealismo!

A época, o dinheiro , a arte, também trazem
coisas diferentes, mas o assunto foi deles e
venceram a Eternidade...Ela por ter casado com ele que a amou com loucura.

Sei que foste ao google. Obrigada por deixares
tua mensagem.
O comentário foi eliminado por mim, é
evidente.
Ainda hoje o (ou a ) encontrei dá uma pequena daudação ao blog e aplica o tema
religioso.
A mim, trata o que escrevo de forma a desmerecer. Não deve voltar mais e se voltar,
é eliminado (mas não volta).

Beijos e depois das cheias em lisboa, (melhorou
neste instante e faz sol) vou ao teu blogs.

Mª. Luísa

De M.Luísa Adães a 29 de Outubro de 2010 às 15:04
a emendar erros:
Ainda hoje a encontrei ou o encontrei, num
blogs. Dá uma pequena saudação normal e
entra com o tema religioso.
Vês a diferença? Era de eliminar! mas fiquei
mal disposta.

Beijo,

M.L.
De jabeiteslp a 30 de Outubro de 2010 às 20:24

Xerovias
é um legume daqui
que pouco e tradicional mal
utilizado....

os engenhocas de Lisboa pouco pouco.....

De M.Luísa Adães a 30 de Outubro de 2010 às 20:55
Joca que fizeram os engenhocas de lisboa

quanto ao Xerovias?

Alteraram tudo?

Por aí muitas chuvas? São más para a agricultura ou não?

Grandes cheias em Lisboa em especial na Baixa lisboeta.
Em Almada não. Almada desce para o Tejo.

Boa Noite para ti,

Mª Luísa
De jabeiteslp a 30 de Outubro de 2010 às 23:52
de tanto interferirem
estragaram tudo
continua o problema de excesso
de águas conduzidas para uma só conduta

que ao acelerar por aí abaixo...imagina

as Xerovias
é um legume
parecido na essencia à mandioca
é da nossa região....

mas comi umas filhoses de Xerovia
divinais....

beijinhos e feliz noite
e penso que toda esta água
fará bem às azeitonas
e muito azeite depois....
De M.Luísa Adães a 31 de Outubro de 2010 às 10:01
Joca

Entendo o que dizes e bom será que esta água faça bem a alguma coisa - neste caso às azeitonas.

Bom Domingo!

Bº. Mª. Luísa
De jabeiteslp a 31 de Outubro de 2010 às 10:36
deixo uma encantada Tuna

feliz domingo

http://videos.sapo.pt/Oj90T7Tv7GdeGuNKYPUf

jocas
De M.Luísa Adães a 31 de Outubro de 2010 às 10:57
Jabei

Deixas a Tuna para mim e Dalí? És um encanto de amigo.

Beijos e agradeço,

Mª. Luísa
De MC. a 28 de Outubro de 2010 às 09:35
Obrigada por falar de Dalí e me dar tópicos
por mim desconhecidos e penso que desconhecidos para muitas pessoas.

Este seu recanto é único na Net, ou me engano?

E tem muito interesse.

Com amizade,

MC
De M.Luísa Adães a 28 de Outubro de 2010 às 14:40
MC.

Obrigada por estar sempre atenta ao que escrevo.

Dalí tinha de vir ao cimo, neste pequeno espaço.

Embora os "Génios" não precisem de minhas palavras.

Mas eu sou como sou e gostaria que alguém
um dia (ilusão) se lembrasse de mim, como eu
me lembro dos outros.

Com ternura

Mª. Luísa
De brown Eyes a 28 de Outubro de 2010 às 16:25
Maria Luísa vi um filme da vida dele e agora recordei a importância que Gala teve na vida de Dali. Ele, após a sua morte nunca mais se envolveu com nenhuma mulher. Obrigada Linda. Beijinhos
De M.Luísa Adães a 28 de Outubro de 2010 às 18:49
Eyes

É verdade! Mas eles eram estranhos.
Nas aventuras extramatrimoniais de Gala,
ele não se opôs a nada, mas era um "voyeur"...

Mas ele assim que casou com ela, nunca mais tocou noutra mulher.

Ele era um Génio, ela uma Musa do Surrealismo não só dele, mas de muitos...

Complexo.

Um abraço,

Mª. Luísa
De poetaporkedeusker a 29 de Outubro de 2010 às 11:31
Deixa-me dar-te os parabéns pelo que tens feito neste teu cantinho! Está muito boa esta pequena biografia de Dali! Excelente, essa tua ideia de traçares o inegável paralelo entre a Psicanálise e o Surrealismo! Gostaria de ter sido mosca aquando daquela parceria entre dois génios como Dali e Hitchcock!
Também vi a Flor Papagaio que é lindíssima!
Um abraço grande, grande!
De M.Luísa Adães a 29 de Outubro de 2010 às 15:30
Obrigada por gostares.

Foi um acaso, mas eu sempre tive jeito para
analisar e escrever sem textos enormes que ninguém lê. Talvez já tivesse sido jornalista.
Dizem tanta coisa é mais uma.

A seguir e com tempo e disposição analiso "Freud" que teve um Nobel da Literatura -
não da Medicina.

Naqueles tempos, os loucos eram todos iguais.
E a psicanálise era literatura.

O movimento Surrealista aparece quando a
Psicanálise faz 100 anos de existência.

A Psicanálise abriu um mundo a descobrir
e ainda não terminou...

Beijos e obrigada,

Maria Luísa
De Outros Encantos a 29 de Outubro de 2010 às 13:07
Luísa, minha querida, venho deixar-te um beijo. Deixa eu ficar um pouco sozinha.
Eu volto.Olha, também um abraço.
Maria
De M.Luísa Adães a 29 de Outubro de 2010 às 15:34
Outros Encantos

Obrigada. Fica um pouco só, eu espero por ti,
Sempre!

Beijos,

Mª. Luísa
De Simbologia do aMoR a 30 de Outubro de 2010 às 02:22
Olá Mª.Luísa

vim fazer uma visita neste teu canto para saber mais de Dali. Tudo que ele fez é impressionante. Não esqueço as figuras do quadro dele onde minha mente trasnbordou de imagens e veio pra mim o realismo de acontecimentos.
O mais curioso... Dali tem um dos meus sobrenomes (Jacinto), o meu é com "tho", mas é da mesma família. Outra cuirosidade, ele também é do signo de touro, como eu.

Obrigada por trazer informações de Dali.

Abraço.

De M.Luísa Adães a 30 de Outubro de 2010 às 07:49
Simbologia do amor

És a mesma pessoa que conheço do sapo?

Trouxe Dalí a este recanto, como tenho feito
com poetas e escritores e alguns dos acontecimentos mais recentes no mundo e que
mais me tocaram.

Dalí me tocou há muito. O recanto fica com mais luz e beleza com o Símbolismo e o
Surrealismo que tanto interesse desperta
em mim.
Trouxe o Génio Catalão para os mais esquecidos , para ti e para mim.

Obrigada pela visita. Volte sempre!

Maria Luísa
De Outros Encantos a 30 de Outubro de 2010 às 16:25
Luísa, antes de dizer seja o que for, faço uma pergunta:

- é impressão minha ou há um movimento de comentários estranhos, anónimos, nos sete degraus?!
Esta manhã estava atrasada para sair, mas não quis deixar de te dar um beijo de bom dia, pela msg que me deixaste no "pedras".
Naquele momento estava com pressa e não senti a tua inquietação.
Ao reler tive um pressentimento, fui até lá, foi quando reparei...
Não sei se queres falar deste assunto.
Olha, eu estou aqui, sabes não sabes?!
Eu tenho muitas pressões e alguns inimigos. Ainda não entendi se são muitos, ou se é um com muitos heterónimos...
Ao ler os comentários no teu blog, assustei-me que estejas a ser vitima por minha causa.
Há muito que alguém "mina" os meus amigos...

Se quiseres falar por email diz. Tenho o outro que é só teu. Não sei se tens o meu. Vou estar atenta à tua resposta.

Beijos, Luisa.
De M.Luísa Adães a 30 de Outubro de 2010 às 18:05
Na realidade eu estive a ver neste último poema. Há 3 e colocam nome, não os conheço,
mas nada dizem de mal.

Apenas um que tem sempre o mesmo nome e é muito conhecido, pelos blogs, eu resolvi
eliminar, pois era estranho. Nada mais!
Para falar do nome só por email.

Obrigada por escreveres.

Mª. Luísa
De M.Luísa Adães a 30 de Outubro de 2010 às 18:29
Não tenho teu email.

Como disse apenas um e é a 1ª. vez que eu
notei ser muito estranho, mas esse é um nome conhecido. Alguns amigos entram pelo
anónimo pois não têm acesso no google.
Se colocam o nome eu sei quem são.

Mas o inesperado e que não gostei, é um nome conhecido no google. Eliminei! E quase garanto que não torna a aparecer, pois eu
só lhe escrevi uma vez e foi ao princípio.

Mas é estranho o comportamento.

M.L.
De Outros Encantos a 30 de Outubro de 2010 às 16:27
também me esqueci de dizer que ontem deixei no mimos resposta à tua reacção ao selo DARDOS.
De M.Luísa Adães a 30 de Outubro de 2010 às 18:08
Vou ver aos mimos sobre o prémio dardos.

Como te contacto? O estranho, é um nome muito conhecido e não o vou deixar escrito,
nem aqui.

Beijos,

M.L.
De Outros Encantos a 31 de Outubro de 2010 às 20:54
escrevi-te
a net foi-se embora... lolll
agora já não sei repor o que disse...
vou tentar...
que raivaaaaa.....
De M.Luísa Adães a 31 de Outubro de 2010 às 21:34
Amanhã te espero!

beijos,

Mª. Luísa

Comentar post

relojes web gratis

Familia Maldonado /Brasão

24. Setembro .2001