Quinta-feira, 29 de Julho de 2010

AVATAR

 

 

Divulgação/20th Century Fox

Avatar adverte:

 

Temos uma péssima relação com a natureza,

falta de respeito ao próximo,

homem, animal ou floresta.

 

Mostra seres de formas inimagináveis,

cores brilhantes, natureza exuberante.

 

Avatar discute o Planeta Terra

e mostra o ser humano

com brutalidade chocante,

para obter o Tudo e o Todo,

é capaz de tudo.

 

Evoca todo o mal provocado pelo homem.

O verde desapareceu da terra,

o clima alterou

e se deixou morrer milhares,

por ignorância e nalguns casos

por maldade e crime.

 

Fala à consciência e conta:

 

Pandora é criada por Júpiter,

com beleza e encanto.

 

Lhe foi oferecida uma caixa

e advertida de que não a deve abrir.

Mas Pandora é curiosa,

abre a caixa, liberta as pragas e os males.

 

Pandora não cuidou da caixa,

nós humanos não cuidamos do Planeta nosso!

 

A Terra é a Caixa de Pandora,

não a podemos abrir, explorar ao âmago

e a manobrar como coisa nossa.

 

Tudo se perde com o afastar da natureza,

se queremos habitar a Terra

nos pomos em contacto, com a génese da Terra.

 

Respeitar todas as pessoas e animais

Que povoam o Planeta.

 

Temos de ver a natureza, profundamente,

a entender e amar.

 

Queremos qualidade de vida

Ou qualidade de existência?

 

Temos de nos definir

mostrar quem somos

mudar se necessário

e nunca abrir

em caso algum,

a Caixa de Pandora.

 

Pequena análise, 

da mensagem aos homens

do filme apresentado - AVATAR!

 

Maria Luísa

 

 

 

 velas para cuidar que no se apaguen  O meu selo da Casa do Rau que ofereço a todos com amor

                             Oferta ao blogs:  http://os7degraus.blogspot.com

 

 

publicado por M.Luísa Adães às 16:18
link do post | comentar | favorito
|
30 comentários:
De luadoceu a 29 de Julho de 2010 às 16:22
amiga...boa tarde
se calhar vou ser a 1 ...))

eu vi parte do filme
mas se calhar vou desiludir muita gente, nao fiquei "agarrada" ao filme, e um bom filme,mas...nao me entusiasmou mto...

Luisa,quer passar por um dos blogs meus?tenho uma supresa...))

bjinhos e bom fds
De M.Luísa Adães a 29 de Julho de 2010 às 17:04
luadoceu

Esta é uma pequena análise, do fundo moral do filme.

No meio do exotismo e da forma como se tenta
mostrar aos outros, o seu conteúdo por vezes se tornade complexo e muitos não entendem,
o grande fundo de súplica ,
pela natureza, por nós humanos e pelos animais,
cada vez mais maltratados e abandonados

Esta é uma análise humana de quem luta pelo amor ao próximo, aos animais e à
natureza

Obrigada,

Mª. Luísa
De luadoceu a 29 de Julho de 2010 às 17:44
Luisa,qdo entrei no seu blog, so consegui ver imagem, logo peço desculpas de ter dito so a opiniao da imagem que vi e nao da analise que faz do filme.
Sim,todo o filme,transmite uma mensagem, e preciso saber le la e interpreta la.
O fim, e a luta,depois de pensada, de vivida, do que afinal para ele estava errado, seguindo ideais dos outros que o orientavam, mudou afinal para o que estava certo, convivendo no nucleo das pessoas que ele ia destruir em prol de outros
Gostei da tematica,mas nao me envolvi muito com o filme,percebe?
Beijinhos e tudo de bom.
De M.Luísa Adães a 30 de Julho de 2010 às 16:50
Luadoceu

Eu não pretendo contar o filme, mas apanhar a "Idéia" de quem escreveu o guião e o que no fundo, bem dentro da ficção, o contexto de verdade que ele pretende transmitir.

Só isso eu faço - o conteúdo de amor que no final ele pretende dar!
O resto, fica ao sentir de cada um.

Ficcionei o que "me parece" ele querer transmitir.

É a forma, pessoal, como sinto "AVATAR".

Beijos e obrigada,

Mª. Luísa
De geriatriaaminhavida a 30 de Julho de 2010 às 09:37
Eu vi o filme e adorei.
Com direito a choro e tudo
Mas também, uma romantica como eu o que seria deesperar?
De M.Luísa Adães a 30 de Julho de 2010 às 16:55
De acordo amiga, assim sentiu, assim se expandiu de forma romântica. mas linda.

Isto que eu escrevo é a minha "visão pessoal"
do conteúdo do filme - cujo maior sentimento,
se traduz no AMOR !

Beijos e obrigada,

Mª. Luísa
De jabeiteslp a 30 de Julho de 2010 às 18:40

belas palavras
até um belo filme

"mas eles fizeram os dias assim"

enfim
jocas e bom fim de semana
De M.Luísa Adães a 31 de Julho de 2010 às 10:45
Joca é a minha análise resumida do qua Avatar pretende dizer.

Amor à natureza,
amor aos animais, se são nossos, nunca o0s abandonar,
amor às Gentes, como a nós próprios.

Avatar, com toda aquela ficção, pretende mostrar a nossa triste realidade.

A falta de Amor a tudo!
O egoísmo predominante na raça, chamada humana

"que de humano, está a perder suas características, na enorme falta de Amor"...

Beijos, lindo amigo,

Mª. Luísa
De Andrómeda a 31 de Julho de 2010 às 10:55
Avatar pretende alertar, tal como diz, para
a falta de Amor a tudo e nessa falta de amor, o Planeta se perde para os vindouros,
É um alerta!

Invernos tenebrosos, verões (como este) com
calores africanos, onde não há água, nem para beber.

E as multidões esquálidas, de aspecto que ninguém quer ver, se arrastam pelas areias
do deserto e ninguém as ama.

Avatar tem um fundo moral Grandioso!

Gosto da sua análise, da forma como tem respondido e é isso mesmo que diz:

"A Falta de Amor a Tudo"

A.
De M.Luísa Adães a 31 de Julho de 2010 às 10:56
Obrigada por entender!

Maria Luísa
De luadoceu a 31 de Julho de 2010 às 18:26
Luisa espero nao a ter deduzido por nao me ter entusiasmado com o filme
Sei que cada filme,telenovela tem sua historia e ensinamento.Me desculpe sim?
Olhe se e quando puder va ao seu email,que da sapo deve ter um convite para meu novo blog
Poucas pessoas entrarão..uma delas gostava que fosse a sra com todo o gosto,carinho e amziade entrasse nesse novo mundo
muito obrigada se acietar convite,ira perceber qual e
Um beijinho e bom fds
De M.Luísa Adães a 31 de Julho de 2010 às 21:20
luadoceu

Nada de desculpas cada um interpreta à sua maneira, mas como sei disso,
foi a razão pela
qual, apresentei o fundo moral, de amor e ternura com que AVATAR nos presenteia.

Eu agradeço o convite e em breve te procuro.

Beijos,

Mª. Luísa
De poetaporkedeusker a 3 de Agosto de 2010 às 15:39
Muito boa esta tua análise sobre este filme... que eu ainda nem vi! Rapariga, eu não vou ao cinema há anos... espera, fui com uma amiguinha, no aniversário dela, há mais de um ano... quase dois. Verei quando ele chegar à TV, se ainda tiver TV, por essa altura :)) Não te preocupes, é como se o tivesse visto... vejo-o através das reacções que tem vindo a provocar nos outros. Eu estou numa fase de produção e tenho limitações, como sabes.
Abraço grande!
De M.Luísa Adães a 3 de Agosto de 2010 às 19:30
Mª. João
Qual a tua fase de produção agora, e as outras fases? Afinal tu tens estado sempre produzindo
coisas lindas.

AVATAR, está usado com novas tecnologias, efeitos especiais e tudo muito moderno.

Mas o que se pretende é o tal amor por
tudo quanto nos rodeia,
animais ,
natureza,
pessoas,
vivências
e a salvação do nosso Planeta.

Afinal o Planeta é a casa em que todos vivemos
e não tem sido amado, apenas destruído.

O guião diz isso e o modernismo, efeitos
especiais, são para chamar a atenção de quem vê o filme, no sentido de entender a parte principal .

A Falta de Amor e a necessidade, premente, cada vez mais premente, desse Amor.

Porque foste ao programa da Tv? Coisa boa para ti? Esclarece melhor, eu não vi.

M. Luísa

De poetaporkedeusker a 4 de Agosto de 2010 às 11:29
Não, amiga. Fui à TV para falar dos meus animais, para afirmar que se pode ser feliz coabitando com animais... e disse-o! Apareceram as fotos deles, até dos pombos! Eu estava com a cara inchadíssima - pelo menos parecia inchada -
mas eles estavam lindos nas imagens!
Quanto ao planeta, amiga, eu nasci a amá-lo! Se há pessoas que fundem e confundem com o planeta, eu garanto-te que sou uma delas! E isto desde que me conheço, quando ainda nem conhecia ninguém que pensasse e sentisse como eu.... e a necessidade de Amor, também. Sempre.
Eu já volto!
De M.Luísa Adães a 5 de Agosto de 2010 às 08:38
Mª. João

Obrigada por esclareceres.

Mª. Luísa
De poetaporkedeusker a 4 de Agosto de 2010 às 12:14
Tenho fases, amiga... houve aí umas duas semanas em que publicava todos os dias bons sonetos, redondilhas e poesia modernista... agora fico-me pelos sonetos e nem todos são assim tão bons. O de hoje até é muito bom! O da Casa do Dafundo é um belíssimo soneto... mas há outros que vão com menos qualidade... e também tenho as fases da pintura que eu nunca sei quando começam... só sei que, quando começam, não param e não me dão tempo para mais nada! Mas também preciso de ter muito material e muita força física porque pintar a sério assim o exige. É uma verdadeira luta corpo-a-corpo com a tela!
De M.Luísa Adães a 5 de Agosto de 2010 às 08:43
Maria João

Continua com força a tua missão,. Não pares!

Tudo do melhor para ti e teus lindos bichinhos.

Ontem vi dois cãezinhos, relativamente pequenos de tamanho. Um devia ser a mãe, o
outro o filho. Vinham com o dono,
felizes, brincando, correndo, saltando.

Que pena, ser uma percentagem tão mínima,
a sentir-se feliz.

Um abraço,

Mª. Luísa
De poetaporkedeusker a 5 de Agosto de 2010 às 12:27
Sabes que há muitos cãezinhos muito jovens na zona onde eu moro? A maioria são bebés e são uma delícia! Estou muito contente por ver tanta gente a adoptar animais!
Abraço gde!
De M.Luísa Adães a 5 de Agosto de 2010 às 14:30
Mª. João

É um conforto para mim saber dessa
notícia.

Beijos e obrigada,

Mª. Luísa
De jabeiteslp a 7 de Agosto de 2010 às 16:24

boas férias
boas banhocas

mas escaldões é que não...

jocas
De M.Luísa Adães a 7 de Agosto de 2010 às 18:25
Olá joca

Acabei de chegar,
mas o calor não deixa parar!

Se o Planeta Terra
Não fosse tão desprezado
E mal tratado,
ao longo de todo o Século XX
com as guerras,
a bomba de Hiroxima,
e as variadissimas experiências
nucleares...


Continuavamos com o clima que era apanágio, de qualquer um dos Continentes
e seriamos, todos, mais felizes.

E mesmo os cientistas e homens importantes do mundo, continuam as guerras, os massacres e as agressões aos homens, velhos,
mulheres e crianças e ainda, ao Planeta que
é a nossa Imensa Casa - e não temos outra.

Isto também AVATAR nos diz e alguém ouve?
Alguma medida se toma? Nenhuma!

Amigo é este o nosso mundo, infelizmente.

Escrevi no google e te vou procurar, agora
que tenho algum tempo.

Beijos e bom Fim de Semana.

Maria Luísa
De jabeiteslp a 9 de Agosto de 2010 às 12:14
é verão
e no verão é mesmo assim

por aqui está mais fresco
o que alivia...

feliz terde Luisa
beijinhos
De M.Luísa Adães a 9 de Agosto de 2010 às 12:48
Obrigada por dizeres "aqui está mais fresco,
alivia" que maravilha, amigo.Hoje fiquei em casa.

E já que estás nos prémios, quando possível,
lê a breve análise sobre Carlos Drummond de Andrade.

Repara que na 2ª. fase da poesia modernista
o poeta não rima, algumas vezes rima. Não
é obrigatório.

E quantas vezes no sapo, alguns que pouco
sabiam de poesia, chamavam ao que escrevo
"Poesia livre"...isso também contribuiu para o meu afastamento.

Desconheciam a forma de escrever do
Modernismo, Brasil/ Futurismo, Portugal,
onde se enquadra Fernando Pessoa, considerado o maior do século XX.

Em Drummond, Cecilia Meirelles, vinicius de Moraes, Mário Quintana e tantos outros
famosos e eternos, escreviam poesia a que
os desconhecidos, ignorantes, chamavam de
poesia livre.

Mas não eram todos, apenas os mais vaidosos.

Não os suportava e nada podia dizer!

Entendes Joca, tu que és meu amigo?

Mª. Luísa
De jabeiteslp a 9 de Agosto de 2010 às 14:15

as quadrilhas são assim

beijinhos
gosto mais do Vinicius
retratador de uma época
penso eu

De M.Luísa Adães a 9 de Agosto de 2010 às 15:23
João

Coisas das quadrilhas ? Talvez seja esse o nome a aplicar.

Vinicius pertence à mesma fase de Drummont
e retratou e marcou uma época e ficou para
o mundo, enquanto o mundo for mundo.

Beijos da amiga,

Mª. Luísa
De jabeiteslp a 9 de Agosto de 2010 às 21:39

feliz noite
e sonhos repousados

De M.Luísa Adães a 11 de Agosto de 2010 às 16:22

Hoje não poude saír. Meu joelho não deixou.

beijos para ti,

Mª. Luísa
De Simbologia do aMoR a 10 de Agosto de 2010 às 02:53
Olá Mª Luísa

Não assisti o filme, mas algumas amigas também tiveram a mesma visão tua, que o filme traz uma grande mensagem.

Abraço
De M.Luísa Adães a 11 de Agosto de 2010 às 16:24
Vera

O filme traz a mensagem a que eu me refiro.

Torna a ler, se ficaste com dúvidas.

Beijos e obrigada,

M. Luísa

Comentar post

relojes web gratis

Familia Maldonado /Brasão

24. Setembro .2001